.

.

13 de ago de 2011

Fala aí, Guilherme!




Dênis, baterista da Tênis Sujo aproveitou o intervalo e fez um post também. Foto: Poliana Bolchi
Por Guilherme Batista, baterista da banda Tênis Sujo e um Scarpin, que aproveitou o intervalo para deixar seu relato em um post para a Cobertura Colaborativa

A única coisa que eu tenho a dizer é que o povo maringaense é muito cativante! Só para exemplificar... Estava escrevendo aqui, em cima de uma mesa bamba e com a vista embaralhada, e um cara, que se chama Lucas, veio me parabenizar pelo show... Disse que a tal “richa” entre Londrina e Maringá precisa acabar e tudo mais. Concordo com ele e digo mais: essa tal briga nunca existiu. O público da cidade canção adora bandas de Londrina assim como o público londrinense adora bandas de Maringá. Enfim, parei na empolgação do pessoal que viu o show da Tênis Sujo hoje. Apesar das músicas próprias, todos aplaudiram. Apesar dos erros, todos vibraram em cada acorde. Apesar de ser uma banda de fora, todos respeitaram. É isso é bom! Mais do que bom, é empolgante e acolhedor. É impressionante como as pessoas de Maringá não são preconceituosas. Me despeço agora. O guitarrista da minha banda veio encher o meu saco, falando que a gente precisa ir embora. Espero todos vocês neste sábado em Londrina. Um abraço e é isso!!

Nenhum comentário: