.

.

30 de set de 2008

[SOM] Uma Orquestra Anarquista

Não, não é uma orquestra tradicional, sinfônica ou filarmônica, de música erudita, com vários instrumentos. Mas, sim, quatro músicos estadunidenses que criaram a The Anarchist Orchestra. Um grupo musical vibrante, rico em sensibilidades, energia, criatividade e alegria. A TAO é música para ser ouvida e dançada. Para sacudir corações e embalar revoluções.]


A The Anarchist Orchestra (TAO) foi formada em julho de 2006 para transformar as “velhas” músicas dançantes da montanha em uma experiência de rock’n’roll psicodélico. A TAO, como acontecimento vivo, é crua e festiva como as músicas dos

Apalaches e dos Cajuns (índios que foram expulsos pelos ingleses de suas terras selvagens no sudoeste do Canadá, em 1755, hoje vivem em Luisiana, EUA), nas quais eles tiram muita inspiração.

As canções têm tanto sentimento que fariam você derramar uma lágrima enquanto estiver sorrindo de orelha a orelha. Nas mãos deles, um violino se torna uma arma perigosa na qual eles usam para fazer você dançar como estivesse na mira de um revólver, e um violino se torna uma metralhadora automática.

Seu primeiro disco foi gravado em meados de julho durante uma sessão-furacão de dois dias, quando Tao Rodriguez-Seeger (guitarra, banjo, vocais) e Jake Silver (contrabaixo) do The Mammals se reuniram com Laura Cortese (violino, vocais) e Robin MacMillan (bateria) em seu estúdio chamado Media Blitz, localizado no Brooklyn.

Originalmente, o plano era somente de ensaiar e “alcançar a vibração certa”. Felizmente, a vibração foi tão certa que o ensaio logo se tornou uma completa sessão de gravação, e dois dias depois ele/as emergiram exausto/as e esgotado/as com seu primeiro álbum finalizado.. O EP da The Anarchist Orchestra é uma flecha-raio musical que mostra o quanto a música intransigente dos “velhos-tempos” pode atingir quando você a eleva ao máximo.

Se você não pode ouvir a música do The Anarchist Orchestra ao vivo, faça uma visita virtual ao site dele/as e escute algumas canções: www.anarchistorchestra.com



Fonte:
agência de notícias anarquistas-ana
Tradução:
Marcelo Yokoi

Nenhum comentário: