.

.

4 de set de 2012

Revista "Aurora Obreira 18"

O processo de emancipação de nossa gente é um processo de entendimento do que somos realmente, do que queremos realmente. Isso significa que temos que remover a camada de mentiras e ilusões que nos enfiaram ou que nos mesmos entramos sem percebermos.
É hora da autocrítica, a revolução começa quando mudamos o nosso olhar e estranhamos tudo aquilo que até então era "natural" ou "sempre foi assim!". 
Somos os debaixo, estamos em constante opressão e sendo explorados barbaramente, acordemos desse pesadelo.
Não temos nada a perder, a não ser nossos grilhões!

Na construção do anarquismo através de práticas anarquistas

Baixe a Revista Aurora Obreira em PDF:

Nenhum comentário: