.

.

6 de ago de 2008

[NEWS] E a polícia continua matando pelo Brasil


Polícia mata pelo Brasil

Paraná

13 de julho, Rafaeli Ramos Lima, de 20 anos, foi morta pela polícia no município de Porto Amazonas, a cerca de 80 quilômetros de Curitiba. Policiais disseram ter confundido o carro em que ela estava com outro veículo que estava sendo perseguido.

Rafaeli estava no banco do passageiro e foi baleada na cabeça. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O rapaz que dirigia o carro, Diogo Soldi, de 21 anos, levou um tiro de raspão e foi encaminhado para exames em um hospital de Curitiba.

Pernambuco

Maria Eduarda, 9, foi morta na sexta-feira, 18 de julho, em Recife. Era uma das cinco crianças de uma mesma família que estavam em um carro, um Palio, além do motorista, o engenheiro Márcio Malveira de Barros, 35, e sua mulher, a advogada Ana Virgínia Barros, 32.

Às 23h, o Palio foi abordado por um Vectra preto com dois assaltantes armados. Os bandidos queriam dinheiro e celulares. Quando estavam indo embora, chegaram dois PMs atirando no Palio. Maria Eduarda foi baleada no tórax. Também ficaram feridos Caio, de 6 anos, com um tiro de raspão nas costas, e Bruna, 11, atingida no rosto.

— Eles [Os PMs] foram logo dando tiro no carro, sem saber se tinha gente inocente. Eles queriam acertar, só que não sabiam em quem acertar — disse Barros, que levou um tiro de raspão na cabeça.

Abalada com a morte de Maria Eduarda, sua irmã Ana Virgína, de 11 anos perguntou:

— Como a gente se protege da polícia?

Maranhão

20 de julho, a menina Cristiane de Souza Silva,8, foi morta por um policial à paisana que atirou a esmo por ocasião de uma briga em Igarapé do Meio,375 km de São Luis. A população enfurecida com mais um crime cometido por policiais, incendiou a delegacia da cidade e libertou os presos


Fonte: www.anovademocracia.com.br

Nenhum comentário: